Amor de balão

Aproveitem enquanto amam. Amar não dura para sempre.
É um sentimento fugaz que muitos admiram e todos deixam para trás.
Deixam porque não se ama verdadeiramente e muito menos para sempre.
Ama-se até quando se pode.
Faz-se os possíveis para durar.
E quando não dá mais, é como um balão.
Rebenta, faz barulho, voa para outro lado, para outra mão.
Mas não é um balão inteiro mas sim restos, despedaçados.
Amar nunca nos deixa inteiros.
Deixa-nos vazios e incompletos,
Até que o próximo balão caia na nossa mão.

Aí, que felicidade!
Voltamos de novo à idade,
Onde bate mais o coração.
Amar é saber enfrentar o mundo dos medos.
O mundo dos medos e dos segredos e das histórias
E do fantástico porque amar é fantasia.
Não se ama porque se quer mas porque somos fruto da sociedade.
Peneiram-nos as ideias, enfrentamos a utopia
Que um mundo com amor tem mais cor.

O amor só dá ao mundo, o ópio que nós queremos que dê.
É como droga, mas mais potente. Porque queres amor mesmo sem nunca o teres tido.
Queres enfrentar o mundo com o teu balão ao lado.
Voar.
Até que a corda parta e deixas de poder sonhar.
É ridículo!
Amar é vício,
Sem compensação.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: